Homepropriedades atuaisVarejoO quê e quanto do varejo em Barcelona.

O quê e quanto do varejo em Barcelona.

O fator chave no comportamento do Varejo ano após ano é o consumo. Sua evolução deve ser quantificada, medida, analisada e compreendida de forma a prever tendências e novos comportamentos de consumo. Desta forma, conseguimos concentrar nossos esforços no que é de interesse e otimizar nossos ativos. Existem dois conceitos principais: o que as marcas procuram e quanto podem pagar por isso.

Antes do quê, devemos abordar o conceito de omnicanal. O Omnichannel é uma realidade nas aberturas de lojas que nos rodeiam e surge da necessidade das empresas se adaptarem a um novo cliente interligado digitalmente e ao qual as informações chegam através de múltiplos canais e suportes. O Omnichannel integra todos esses canais e canais, melhorando a comunicação com o cliente.

Omnichannel aplicado ao mundo do varejo se resume de uma forma muito clara: para me comunicar melhor eu preciso de mais superfície e uma melhor distribuição de metros quadrados. As marcas procuram actualmente grandes espaços onde possam expor e transmitir o que são, mas também precisam de uma certa componente logística e, por isso, utilizam o espaço como ponto de recolha dos clientes.

Para me comunicar melhor, preciso de mais área de superfície e uma melhor distribuição dos metros quadrados.

Vimos esses movimentos já em 2014 e 2015 com as grandes operadoras de moda. Em 2016, o interesse dos clássicos clientes comerciais de médio porte começou a se instalar no centro da cidade (Leroy Merlin, Ikea, etc ...). Em 2017, vemos como o setor de serviços segue essa linha. Um exemplo disso seria o setor bancário que retoma o seu plano de abertura em áreas nobres e opta por ativos de grande dimensão (o Banco Caixa apenas abriu três gabinetes na Diagonal em 2017 com mais de 1.000m² cada).

Essa tendência tem uma característica essencial: as operadoras procuram grandes superfícies com mais de 1.000m² para desenvolver o conceito de sua marca. Isso faz com que o mercado se torne polarizado, convertendo grandes e pequenas instalações mais rentáveis ​​do que as médias (cerca de 500-750m²).
Em 2018 prevemos que essa necessidade de m² seja estendida a setores como Automotivo e Alimentos & Bebidas. Conceitos como Vapiano, Wagamama ou Five Guys agora poderão competir com marcas tradicionais em eixos nobres.

Vamos passar para a questão essencial: quanto você paga por eles? O mercado de Barcelona está de boa saúde, o preço médio dos estabelecimentos comerciais aumentou cerca de 7%.

Como é óbvio, conhecer o rendimento do mercado é capital para qualquer empresa mas existem outros conceitos de igual importância ao avaliar a implementação num eixo como o rendimento mínimo de entrada e rendimento máximo do eixo, que podem orientá-lo na previsão de vendas .

O aluguel mínimo de entrada é o aluguel mínimo anual que uma operadora deve pagar para entrar naquela rua, uma vez que não há vagas (por menores que sejam) de preço inferior. Por exemplo, na Rambla Catalunya, esse aluguel seria de cerca de € 50.000 / ano.

O rendimento máximo do eixo seria o rendimento anual máximo que uma marca pode assumir (independentemente dos metros). Na Rambla Catalunya, o aluguel máximo é atualmente de € 500.000 / ano.

o quê e o quantum do varejo em barcelona icrowdhouse 2 1024x755
Esses dois conceitos existem em todos os eixos e não nascem do preço clássico por metro quadrado dos relatórios de mercado, mas vêm de outras variáveis ​​menos óbvias. Portanto, na análise de otimização de qualquer ativo, será fundamental conhecer esses dados, devemos conhecer as tendências das operadoras, saber quantas operações foram fechadas na faixa de minha renda alvo, conhecer as condições contratuais ou requisitos morfológicos, e quais desta forma, a análise é real.

No que diz respeito ao investimento, as instalações comerciais continuam a ser um ativo preferencial em qualquer carteira devido à sua relação imbatível entre rentabilidade e liquidez. Durante este ano parecia que íamos quebrar a barreira dos 3% de rentabilidade em Barcelona, ​​mas devido a acontecimentos sociopolíticos, parece que teremos que esperar um pouco mais. O Varejo não é uma ciência exata, mas com as informações certas e fazendo uma boa análise de sensibilidade, os riscos são muito controláveis ​​e o retorno muito alto.

O preço médio das instalações comerciais aumentou cerca de 7%.

banner 400x400 ich 1 icrowdhouse

Mais Popular

Os benefícios podem ser a pequena poupança.

Sabemos que investir em “brick” é o mais seguro a médio e longo prazo, obviamente investir com conhecimento e ...
crowdfunding icrowdhouse 5

Você deveria ler

crowdfunding icrowdhouse 3